Em 2016 acho que eu li 2 livros e deixei uns 10 inacabados, apesar de estar amando… simplesmente eu não conseguia finalizar. Falta de concentração, falta de “tempo”, falta de prioridade… E pra 2017 a minha maior resolução de ano novo era ler mais.

A meta inicial era ler 1 livro por semana, mesmo que fosse fininho, ou bobo. Alguém que eu tatuei esse ano me falou “Ler é exercício, exercite ler pelo menos 1 página por dia até voltar a ser hábito”. E foi bem isso que eu fiz. Coloquei como prioridade e exercitei o tão amado hábito. E nossa! Como me fez bem, como me fez feliz voltar a ler diariamente e a frequentar clubes de livros.

Eu não cheguei nem perto da minha meta. Mas termino o ano feliz por ter recuperado o hábito. Uma das coisas que mais me ajudou foi começar a compartilhar os livros que eu estava lendo por aqui, conversar sobre… Me empolga a continuar e a buscar outros. Grata as minhas inspirações diárias: Alessandra JJ , Charlene! E a assinatura da TAG que me proporcionou experiência literárias incríveis e me fez descobrir livros que eu nunca imaginaria ler.

 

 

Deixo aqui então, minhas listas de livros no intuito de inspirar, trocar informações com vocês e me motivar também a continuar.

Livros lidos em 2017:

  1. Memórias inventadas – Manoel de Barros
  2. Meu quintal é maior do que o mundo – Manoel de Barros
  3. Eu sou Malala – Malala Yousafzai
  4. Ciranda das mulheres sábias – Clarissa Pinkola Estés
  5. A grande rainha – Marion Zimmer Bradley
  6. O gamo rei – Marion Zimmer Bradley
  7. Admirável mundo novo – Aldous Huxley
  8. O prisioneiro na árvore – Marion Zimmer Bradley
  9. Persépolis – Marjane Satrapi
  10. Sejamos todos feministas – Chimamanda
  11. Lua Vermelha – Miranda Gray (Leia a minha resenha clicando aqui)
  12. Orgulho e preconceito – Jane Austen
  13. Para educar crianças feministas – Chimamanda
  14. A senhora de Avalon – Marion ZImmer Bradley
  15. Rita Lee, Uma autobiografia
  16. A filha da noite – Marion Zimmer Bradley
  17. Outros jeitos de usar a boca – Rupi Kaur
  18. O conto da Aia – Margaret Atwood
  19. O dom da história – Clarissa Pinkola Estés
  20. Comer, amar, rezar – Elizabeth Gilbert
  21. As alegrias da maternidade – Buchi Emecheta
  22. O feminino e o Sagrado – Beatriz Del Picchia e Cristina Balieiro (Leia a minha resenha clicando aqui)
  23. As três marias – Rachel de Queiroz
  24. A cabeça do Santo – Socorro Acioli
  25. Medicina caseira – Juvenal Galeno
  26. Flores da floresta Amazônia – Margaret Mee
  27. Mulheres – Carol Rossetii

*Em itálico: os favoritos.

Sagrado Feminino: Sempre recebo perguntas de “por onde eu começo a ler sobre o assunto?” Clicando aqui você pode ler o meu post (e ver o vídeo) de um compilado com todos os livros que eu tenho sobre o assunto.

Lendo: (Quem sabe acrescento mais uns até o dia 31, né?)

  1. Contos de imaginação e mistério – Edgar Alan Poe
  2. Contos dos irmãos Grimm – Clarissa Pinkola Estés
  3. A praça do diamante – Mercé Rodoreda
  4. Mulheres que correm com os lobos – Clarissa Pinkola Estés
  5. Só garotos – Patti Smith

Livros que pretendo ler em 2018:

  1. Vasos sagrados, mitos indígenas brasileiros e o encontro com o feminino – Maria Inez do Espírito Santo
  2. Mais livros de autores nordestinos
  3. Mais livros escrito por mulheres
  4. Mais livros sobre mitologia indígena
  5. Cem anos de solidão – Gabriel Garcia Marquez
  6. Ensaio sobre a cegueira – José Saramago
  7. O gozo das feiticeiras – Marcia Frazão
  8. Diários de Sylvia Plath
  9. Valter Hugo Mãe (ainda não li nada dele! quero muito)
  10. Calibã e a bruxa – Silvia Federici
  11. A moça Tecelã – Marina Colasanti
  12. O livro de Lilith – Bárbara Black Koltuv

(Possivelmente vou continuar atualizando essa lista)

Se quiser acompanhar em tempo real, sempre posto no instagram com #leiamaisamanda e estou também no skoob! E aqui você pode ver minha lista de desejos da Amazon.

É isso! Em 2018 desejo garimpar mais livros no Sebo O Geraldo, participar de mais debater sobre livros, manter frequência nos clubes de leitura… E quem sabe formar um grupo de leituras sobre paganismo, sagrado feminino, esoterismo? Quem topa?

Seguimos lendo!

 

Gostou desse post?
Me deixa seu feedback nos comentários pra que eu possa melhorar meu conteúdo. E compartilha com seus amigos! (A esquerda tem todos os ícones das redes sociais em que você pode compartilhar.)